Cronotacógrafo é um instrumento de medição utilizado para registrar, de forma simultânea, inalterável e instântanea, a velocidade e a distância percorrida pelo veículo em função do tempo decorrido.

Ele registra dados importantes em um disco diagrama, de papel especial, colocado no cronotacógrafo.
Todas as informações ficam registradas nesse equipamento e, ao analisá-las, é possível descrever os parâmetros relacionados com o condutor, tais como o tempo de trabalho e os tempos de parada e de direção. São informações aceitas legalmente como prova em caso de acidentes ou denúncias de má condução do veículo.

O disco diagrama deve ser trocado a cada 24 horas ou sete dias, de acordo com o tipo de cronotacógrafo.
O disco diário é único, enquanto o semanal é composto por 7 discos interligados.

São obrigados a possuir o Cronotacógrafo os veículos de carga com peso bruto acima de 4.536 quilogramas, os veículos de passageiros com mais de 10 lugares, veículos de transporte escolar e veículos de transportes de cargas perigosas. (artigo 105 do Código de Trânsito Brasileiro).

Os cronotacógrafos são verificados nos Postos de Ensaio credenciados pelo INMETRO. Caso não haja Posto de Ensaio credenciado nas proximidades, o detentor do instrumento poderá dirigir-se a um Posto de Selagem. O Posto de Selagem coloca os selos plásticos (lacres) e o selo adesivo (etiqueta) nos pontos estipulados para essa finalidade e concede prazo de três meses para o detentor do veículo levá-lo até um Posto de Ensaio.

O IPEM-AP possui um Posto de Ensaio próprio onde são feitas as inspeções e os ensaios exigidos pelo regulamento técnico metrológico específico para cronotacógrafos. Também são colocados os selos plásticos e o selo adesivo. Uma vez aprovado, é emitido o certificado de verificação com validade para 2 anos.

Portal do Cronotacógrafo – INMETRO

Legislação sobre Cronotacógrafo